segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Nem o horizonte é mais importante.

E quando o sol chegar
aonde tantos quiseram,
E quando isso tornar-se cotidiano
e já é,
Eu encontrarei o equilíbrio,
a sustentação da pirâmide invertida
Meu porto seguro.

E quando o sol não mais importar
E quando nosso ser
for maior do que a luz
Eu estarei aqui,
e estou.

4 comentários:

SPS disse...

... em teus versos até o tamanho da luz é comparável ao do ser.

Bravo!

bilis disse...

profundo o que samory disse
ele eh filosofo eh?
huahuahu

inerthie disse...

sereno... bem legal =)

lalai disse...

nossa! "sereno"! disse tudo ti! ;D