segunda-feira, 5 de maio de 2008

HOJE.

Hoje não é o último dia da minha vida.
Virão outros sim, para os desacreditados.

Somos só continuidade
megulhada num oceano de águas escuras.

Não abra os olhos que pode arder.
Eu já abri,
e é assim que eu sei
que hoje não é o único,
nem o primeiro,
muito menos o último.

Se concentre em si
e não pense que vivo para te servir.
É só meu prazer.

E o mais importante:
Não siga meus conselhos,
nem eu os uso.

2 comentários:

Agnuz Leirbag, disse...

eu tb acho =P
são palavras de um amigo meu...
ahahah
bjo procê

bilis disse...

imagine se vc tivesse morrido nesse dia
ia ser tragicamente comico
huahuahu